PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
#URGENTE SANTA MARIA Casos de dengue passam de mil confirmados em Santa Maria; pessoas de 30 a 39 anos estão entre os grupos mais afetados
27/05/2023 15:11 em saude

A presença do mosquito Aedes aegypti em 459 municípios gaúchos, ou seja, 92% do Estado, tem gerado um cenário de alerta em 2023. Em Santa Maria, a situação também é considerado crítica.Conforme o boletim epidemiológico municipal divulgado nesta sexta-feira (26), 1.076 casos de dengue foram confirmados e 637 seguem em investigação.  

A maior parte dos casos ocorreu entre março e abril. Ainda de acordo com os dados, pessoas de 30 a 39 anos estão entre os grupos mais afetados pela doença no município. Foram 172 diagnósticos da doença referentes a esta faixa etária, o que equivale a 16% do quadro.Veja o quadro abaixo:

  • 30 a 39 anos – 172 casos
  • 20 a 29 anos – 165 casos
  • 40 a 49 anos – 153 casos
  • 50 a 59 anos – 147 casos
  • 10 a 19 anos – 132 casos
  • 60 a 69 anos – 127 casos
  • 70 a 79 anos – 83 casos
  • 0 a 9 anos – 67 casos
  • 80 ou mais – 30 casos

Os principais sintomas de dengue são febre alta com duração de dois a sete dias, dor de cabeça, no corpo e articulações; cansaço; fraqueza; dor atrás dos olhos e manchas vermelhas na pele. Ao apresentar qualquer sinal, busque atendimento na unidade de saúde mais próxima. 

Dengue em números*

  • Casos confirmados – 1.076
  • Casos em investigação – 637
  • Óbitos – 2
  • Internações por suspeita da doença –  18 pessoas

*Atualizado em 26 de maio de 2023Fonte: Secretaria Municipal de Saúde e Painel Estadual de casos de dengue

Internações

De acordo com o Painel estadual de casos de dengue nesta sexta-feira (26), 18 pessoas permaneciam internadas devido a doença no município. Deste quantitativo, 17 usuários estão em leitos clínicos adulto e um em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto.

Leia mais

Locais infectados

Atualmente, mais de 30 locais, entre bairros e distritos de Santa Maria são monitorados pela Vigilância em Saúde, na busca por possíveis focos do mosquito Aedes aegypti. O maior número de casos da dengue ainda é registrada em bairros da Região Oeste, como Juscelino Kubitschek, São João e Pinheiro Machado.Veja a lista com os locais de maior incidência de dengue até o momento:

  • Juscelino Kubitschek – 233 casos
  • São João – 81
  • Pinheiro Machado – 65
  • Nova Santa Marta – 63
  • Lorenzi – 57
  • Centro – 55
  • Nossa Senhora de Fátima – 50
  • Passo D'Areia – 47
  • Itararé – 44
  • Urlândia – 37
  • Patronato – 36
  • Camobi – 28 

Além de uma força-tarefa composta por diversas secretarias e por militares, o combate à dengue deve contar com o auxílio da população para o cumprimento de tarefas cotidianas como:

  • Manter a caixa d’água sempre fechada
  • Encher de areia, até a borda, os potes e os vasos de plantas
  • Não deixar a água da chuva acumular em recipientes
  • Manter tampados tonéis e barris de água
  • Guardar garrafas de cabeça para baixo
  • Recolher resíduos
  • Usar repelente
  • Utilizar inseticida em locais escuros (perto do chão e proximidades de piscina)

    Como denunciar

    Para denúncias de locais com água parada em Santa Maria, entre em contato pelos seguintes meios:

COMENTÁRIOS